O falso dentista Paulo Henrico Almeida, que atuava em Itabuna e Vitória da Conquista, sul e sudoeste da Bahia, respectivamente, compareceu à primeira audiência de instrução na justiça sobre o caso e se entregou, na tarde desta quinta-feira, 13.

Ele é acusado de causar lesões e mutilações em pelo menos 15 pessoas em clínicas localizadas nas duas cidades baianas. Entre as vítimas do falso dentista, está um homem que o denunciou após ter nove dentes extraídos de uma só vez, durante uma consulta no município de Itabuna.

Paulo Henrico chegou a ficar preso no Conjunto Penal de Itabuna, de outubro a dezembro de 2019, mas a justiça voltou a decretar sua prisão preventiva. De acordo com o Conselho Regional de Odontologia da Bahia (CRO-BA), ele foi preso pela acusação de agressão.

Compartilhar