Por Aparecido Silva – Foto: Raul Spinassé

O secretário de Saúde de Salvador, deputado estadual licenciado Leo Prates, se filiou ao PDT em evento que marcou o lançamento da sua pré-candidatura a prefeito da capital. O ato ocorreu no auditório da União dos Municípios da Bahia (UPB), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), na manhã desta terça-feira, 11.

Ex-democrata e agora pedetista, Leo Prates afirma que a data é especial: aniversário da sua mãe e da libertação de Nelson Mandela, ex-presidente da África do Sul e líder do movimento contra o apartheid. O encontro reuniu aliados do prefeito ACM Neto (DEM), como o vereador e presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (SD), Henrique Carballal (PV), Ricardo Almeida (PSC), e políticos ligados ao governador Rui Costa (PT), como os deputados Samuel Júnior (PDT), Euclides Fernandes (PDT) e Roberto Carlos (PDT), além de Carlos Lupi, presidente nacional do PDT.

Em seu discurso, Leo Prates fez agradecimentos à família, amigos e figuras políticas. O agora pedetista manifestou gratidão à família. “Com ela, aprendi o respeito às diferenças”, disse. O mesmo sentimento demonstrou ao Democratas, partido pelo qual foi eleito.

O secretário se dirigiu a pré-candidatos do PDT que colocaram o nomea disposição para concorrer à prefeitura, como Samuel Júnior e Vovô do Ilê, ambos presentes ao evento. “Trago a mensagem de união. Não estou aqui para dividir nada. Tenho em Vovô uma referência da defesa dos direitos da população negra”, frisou.

Construção

O pré-candidato do PDT afirmou que pretende concorrer à prefeitura de Salvador porque esse é o seu momento, a sua oportunidade. Dentro do grupo que Prates integra, o prefeito ACM Neto lançou o nome de Bruno Reis (DEM) na corrida pelo Executivo. Mas o deputado licenciado ainda nutre a esperança de ter seu nome elevado ao posto de candidato oficial da ala governista.

“Acredito que esse é o momento de construir a minha história, trabalhar as minhas ideias. É a hora do filho sair da casa do pai. Nossa candidatura não é contra ninguém. É a favor de Salvador”, discursou.

Presidente estadual do PDT, o deputado Felix Mendonça Júnior contou que Prates escolheu a legenda pelas convicções que carrega e pelos ideais do partido.

O dirigente ainda rebateu os rumores de que o partido esteja se afastando da base governador Rui Costa (PT), de quem é aliado na esfera estadual. “Peço que respeitem o PDT. O PDT é um partido que não se curva a governador nenhum, nem a prefeito, nem a ninguém”, bradou.

Quem também prestigiou o lançamento da pré-candidatura foi o presidente nacional do PDT, o ex-ministro Carlos Lupi. O cacique pedetista elogiou Prates, a quem chamou de “um jovem com experiência”. “É um guerreiro, viciado em trabalho, um vocacionado que gosta de prestar serviço à sociedade”, afirmou.

Lupi também avisou a Prates que sua filiação representa a escolha de um caminho complexo. “Somos um partido que defende projeto de nação. Quando você vem para uma casa que está organizada, é mais de difícil de entrar. Mas ele é um cara jeitoso”, brincou.

Compartilhar