O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli defendeu nesta segunda-feira, 10, a realização de prévias para a definição da candidatura do PT à prefeitura de Salvador. Para o ex-dirigente da estatal, tanto as prévias quanto o encontro municipal são processos “legítimos” para a escolha do candidato. No entanto, o primeiro método permitiria uma “maior oxigenação”, segundo Gabrielli.

Nas prévias, todos os filiados do partido têm direito a voto, enquanto no encontro somente os delegados da legenda são consultados. O ex-presidente da Petrobras reiterou a opinião de que não seria bom para o PT ter um candidato militar neste momento. O governador Rui Costa defende a candidatura da major Denice Santiago pelo PT e, na última semana, afirmou que há “preconceito” contra policiais, ao rebater os críticos.

“É importante o combate à militarização da sociedade e ao autoritarismo do governo federal. E há essa temática da violência contra populações mais marginalizadas”, argumentou Gabrielli.

Compartilhar