Leo Prates se reúne com grupo liderado por Geraldo Júnior

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates (DEM), segue se movimentando com vistas às eleições de 2020

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates (DEM), segue se movimentando com vistas às eleições de 2020. Na manhã de ontem, ele se encontrou com membros do bloco partidário liderado pelo presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (SD). O grupo inclui MDB, SD, PTB e PSC.

De acordo com o democrata, a ideia é construir pontes, dando continuidade à tendência de se reunir e dialogar com todas as correntes políticas, incluindo siglas da oposição, como o PSB e o PDT. Esta última, inclusive, deverá abrigá-lo em breve, mas até o momento não há previsão para que isso ocorra, segundo o democrata. Uma aliança de Leo com o bloco não está descartada. Todos são aliados de primeira hora do prefeito ACM Neto (DEM), que tem deixado claro, de forma pública, a sua repulsa pelo lançamento de duas candidaturas na base liderada por ele. Leo Prates é especulado para disputar a prefeitura de Salvador. Em agosto, Félix Mendonça Jr. elogiou Leo e disse que ele seria bem-vindo, desde que fosse para ser candidato a prefeito. “É um nome amigo, tranquilo, ele tem que vir para ser candidato a prefeito. Não a vice”, disse.

Já se comentou que tais movimentações de Prates teriam o aval do prefeito ACM Neto (DEM), que quer ter outras cartas na manga caso sua primeira opção para sucedê-lo, o vice-prefeito Bruno Reis (DEM), não vingue. Além disso, existe a possibilidade de o secretário ser alçado ao posto de vice na chapa e, estando ele no PDT, implicaria na migração do partido para a base oposicionista. A possibilidade, no entanto, foi negada por Félix.

Em outubro, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi esteve em Salvador, onde se encontrou com Félix Mendonça Jr. e com o próprio Leo Prates. Na base do governador Rui Costa (PT), os pedetistas ensaiam uma reaproximação com a oposição na capital baiana. Diante da demora para que haja uma definição, o PDT se adiantou e formalizou, em 14 de outubro, as pré-candidaturas de Vovô do Ilê e do próprio Félix ao Palácio Thomé de Souza.

Compartilhar