Ao menos nove linhas de ônibus do transporte público de Salvador, que passavam pela Via Regional, tiveram o itinerário alterado após o ataque a coletivos ocorrido na região, nesta semana. Os veículos não circulam na via há dois dias.

De acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (30) pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), a mudança foi feita como medida de segurança. As alterações começaram na tarde da quinta-feira (29), um dia após o ataque aos coletivos.

Conforme a Semob, as linhas que circulam na Via Regional passaram a rodar pelos bairros de São Marcos e Pau da Lima da seguinte forma: as linhas que vão para Nova Brasília e Jardim Nova Esperança, seguem São Marcos e Estrada Velha. Já as linhas os que vão para as Cajazeiras seguem por São Marcos e Castelo Branco.

O ponto final para as pessoas que utilizam as linhas para a Via Regional foi remanejado provisoriamente para frente do Hospital São Rafael, no último ponto.

O ataque aos ônibus ocorreu na noite da quarta-feira (29). Na ocasião, dois coletivos foram abordados por um grupo de pessoas, que ameaçou incendiar os veículos. Um dos ônibus chegou a ser apedrejado. Após a achegada da polícia, os envolvidos fugiram do local.

A situação ocorreu após a morte de um adolescente de 15 anos, no bairro de São Marcos. Os familiares de Denilson Santana de Jesus acusam policiais militares de terem matado o garoto e dizem que o ataque aos ônibus foi feito por moradores da localidade em protesto.

A Polícia Militar, no entanto, nega a ação policial. O caso está sob investigação da 2ª Delegacia de Homicídios da Polícia Civil.

O menino foi enterrado na tarde desta sexta-feira, no Cemitério Municipal de Plataforma. Familiares e amigos da vítima acompanharam o enterro muito emocionados. Eles também seguravam cartazes e pediam para que policiais fiquem fora da comunidade.

Morte de Denilson, 15 anos, ocorreu na tarde de quinta — Foto: Reprodução/TV Bahia

Morte de Denilson, 15 anos, ocorreu na tarde de quinta — Foto: Reprodução

Corpo do adolescente de 15 anos balado foi enterrado no Cemitério Municipal de Plataforma — Foto: Isabela Cardoso/G1

Corpo do adolescente de 15 anos balado foi enterrado no Cemitério Municipal de Plataforma — Foto: Isabela Cardoso

Familiares usaram camisas em homenagem a vítima — Foto: Isabela Cardoso/G1

Familiares usaram camisas em homenagem a vítima — Foto: Isabela Cardoso

Compartilhar