Ex-ministro Geddel Vieira Lima é preso após apreensão de R$ 51 milhões

Ex-ministro estava no prédio em que cumpria prisão domiciliar, em Salvador.

O ex-ministro Geddel Vieira Lima, do PMDB, foi preso preventivamente na manhã desta sexta-feira (8) em Salvador, dias após R$ 51 milhões serem apreendidos em um imóvel atribuído a ele.

A prisão foi determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara, em Brasília, a pedido da Força Tarefa da Greenfield. Além de Geddel, a PF cumpre um mandado de prisão contra Gustavo Ferraz, ligado ao ex-ministro, e três mandados de busca e apreensão.

PUBLICIDADE        

Geddel deixou o prédio pouco depois das 7h, no banco de trás de uma viatura da PF, e chegou ao aeroporto Luiz Eduardo Magalhães cerca de meia hora depois. A PF não informou para onde o ex-ministro será levado.

O ex-ministro cumpria prisão domiciliar desde julho, após ter sido detido por suspeita de tentar interferir nas investigações sobre fraudes na Caixa Econômica Federal. Embora a decisão judicial determine que ele seja monitorado por tornozeleira eletrônica, isso não vinha acontecendo pois o governo da Bahia não tem o equipamento.

Sete agentes e dois carros da PF entraram no condomínio de Geddel às 6h. Segundo a TV Bahia (afiliada da Rede Globo), um vendedor ambulante, que estava na região, foi levado para dentro do condomínio, possivelmente para servir de testemunha.

Compartilhar