Sem algema, Geddel chega a Brasília e segue para carceragem da PF

geddel brasilia preso

O ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), preso pela Polícia Federal na Bahia, chegou na madrugada desta terça-feira, 4, a Brasília. A prisão foi determinada pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal (DF).

PUBLICIDADE        

Geddel chegou acompanhado de policiais federais. Ele estava sem algema e levando uma pequena mala. O político baiano foi levado para a carceragem da Polícia Federal (PF). A defesa dele diz que a prisão foi desnecessária.

O peemedebista é suspeito de tentar atrapalhar as investigações da Operação Cui Bono, da qual foi alvo. A PF apura fraudes na liberação de crédito da Caixa Econômica na época em que Geddel foi vice-presidente de Pessoa Jurídica do banco entre 2011 e 2013.

A investigação começou após a PF analisar conversas registradas no celular apreendido na casa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB).

Compartilhar