Elenco masculino terá que se dividir em dois neste domingo (15) (Letícia Martins / EC Vitória)

Por Vitor Villar

O futebol masculino profissional do Vitória vive uma situação insólita neste domingo (15), quando entra em campo por duas vezes e quase ao mesmo tempo. Às 15h30, o time principal recebe o River-PI. E às 16h, o time de aspirantes visita o Jacuipense.

TIME PRINCIPAL

A equipe comandada por Geninho tem lidado com dois problemas: uma onda inesperada de lesões e um calendário apertado e decisivo. No meio de tudo isso, enfrenta o River-PI às 15h30, pela sétima rodada da Copa do Nordeste.

O rubro-negro encontra-se no meio de dois jogos decisivos pela Copa do Brasil. Na última quinta-feira (12), perdeu por 1×0 para o Ceará, fora de casa, no jogo de ida da terceira fase.

O jogo da volta é na quarta-feira (18), às 19h15, no Barradão. E o Leão já sabe que não contará com o zagueiro Maurício Ramos e o meia Fernando Neto, lesionados. Também pode não contar com o goleiro Ronaldo, que tem desconforto muscular.

Como dito, no meio de tudo isso, tem o River. E Geninho pode aproveitar a partida para testar soluções para o duelo de quarta-feira, que vale uma cota de R$ 2 milhões para quem se classificar.

O técnico pode repetir o time que enfrentou o Ceará no jogo de Fortaleza. Ele contará com John para atuar ao lado de João Victor na zaga. Rodrigo Andrade e Jean disputam a vaga no meio. Contra o Ceará, deu Jean.

A equipe deve ter Lucas Arcanjo; Van, João Victor, John e Thiago Carleto; Guilherme Rend, Jean (Rodrigo Andrade) e Gerson Magrão; Vico, Léo Ceará e Alisson Farias.

TIME DE ASPIRANTES

Com um jogo a menos em relação aos seus adversários, o Vitória busca encostar no Bahia, atual líder do Campeonato Baiano com 15 pontos. Se vencer o Jacuipense neste domingo (15), às 16h, o rubro-negro vai a 14. O jogo será disputado no estádio Valfredão, em Riachão do Jacuípe.

O técnico Agnaldo Liz terá de fazer oito mudanças em relação ao último jogo, quando perdeu por 2×1 para o Bahia no dia 1º de março.

O goleiro Lucas Arcanjo foi promovido ao time principal, assim como o zagueiro Carlos. Com isso, João Pedro e Dedé jogarão pelo de aspirantes.

Dois estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo: o zagueiro Nuno e o volante Gabriel Bispo. Eles serão substituídos, respectivamente, por Mateus Moraes e Paulo Vítor, ambos revelados na base.

Por fim, quatro atletas serviram ao sub-23 no Ba-Vi, mas pertencem ao elenco principal: Romisson, Eduardo, Matheus Tenório e Ruan Levine – este último está lesionado.

A equipe deve ser formada por João Pedro; Wellisson, Dedé, Mateus Moraes e Leocovick; Paulo Vítor, Figueiredo e Giovane Mário; Levi, Eron e Negueba.

Fonte: Correio da Bahia

Compartilhar