O Vitória não vive situação confortável no Brasileirão e, se não quiser correr o risco de voltar para a zona de rebaixamento, precisa vencer o Santos, neste domingo (3), às 16h, na Vila Belmiro. O rubro-negro é o 16º colocado na tabela de classificação e tem os mesmos oito pontos do rival Bahia, primeiro time na degola.

Um triunfo contra a equipe paulista é o único resultado que garante o Leão fora da zona maldita. Se empatar, precisará torcer por tropeço do Bahia. Em caso de derrota, nenhum outro resultado salva o rubro-negro, que será ultrapassado pelo Peixe e empurrado para a zona de rebaixamento.

Para não voltar a Salvador com lamentações, o técnico Vagner Mancini quer aproveitar o mal momento do adversário. A situação do Santos é ainda mais delicada que a do Vitória. O time do litoral paulista tem apenas seis pontos e amarga o 18º lugar no Brasileirão.

“O Santos, jogando na Vila pressionado, é uma equipe perigosa, mas, ao mesmo tempo, ele vai te dar oportunidade de jogo. O Vitória tem que ser inteligente o suficiente para saber que, nesse momento, tem uma boa possibilidade diante do Santos, porque dificilmente vamos enfrentar o Santos numa situação assim. Normalmente, o Santos está bem colocado, com times que fazem boa campanha. Então a gente tem que tentar aproveitar”, afirmou o técnico.

Mesmo assim, Mancini quer o Vitória atento do começo ao fim do jogo. “Embora esteja na zona do rebaixamento, é o Santos, com jogadores de peso, recheado de bons atletas”, advertiu.

Time
Mancini não poderá contar com o lateral direito Jeferson, que levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Além dele, o volante Zé Welison se machucou e fica de fora. Pedro Botelho será o titular na lateral esquerda, onde Jeferson vinha jogando, e Ramon deve aparecer no meio. Após cumprirem suspensão, Rhayner e Yago voltam a ficar à disposição do treinador do Leão.

Assim, a equipe deve ter Elias; Lucas, Kanu, Aderllan e Pedro Botelho; Ramon, Rodrigo Andrade, Rhayner e Wallyson; Neilton e André Lima.

Compartilhar