O Vitória começou logo pressionando e aos 4 minutos Vico apareceu sozinho na área para aproveitar desvios e manda para o fundo das redes. Com gol no início o jogo ficou bastante favorável ao Vitória, que ainda colocou uma bola na trave com Alisson Farias. O Lagarto arriscava muitos chutes de fora da área para tentar surpreender o goleiro Ronaldo. Aos 40, Leo Ceará foi derrubado por Yan e a arbitragem marcou pênalti. Leo Ceará foi para a cobrança e ampliou. Quando já se emcaminhava para o fim do primeiro tempo, Edílson aproveitou uma bola rebatida na área e chutou para o gol.

 

SEGUNDO TEMPO

O Lagarto voltou empolgado para o segundo tempo após marcar um gol no finalzinho da primeira etapa. Verdão buscava trabalhar a bola de pé em pé e só dar chutão em último caso, porém não conseguia criar chances reais de gol. Edílson arriscava muitos chutes de fora da área, mas sem muita direção e perigo. O Vitória apostava na velocidade do time para nos contra-ataques matar o jogo. Aos 23, Leo Ceará acionou Vico na velocidade, mas ele chutou em cima do goleiro. Logo depois foi a vez de Thiago Carleto bater falta com categoria e forçar Welligton a espalmar para escanteio. Aos 31, Vico recebeu passe de Alisson Farias e bateu colocado de esquerda sem chances para Welligton. Jonathan Bocão também chegou a marcar, mas estava impedido. Com os dois times bem cansados, jogo chegou aos minutos finais sem muitos lances de perigo.

O Vitória não deu chances ao azar diante do Lagarto, na noite desta quinta-feira, para avançar de fase na Copa do Brasil. Jogando em casa, o Leão abriu o placar logo no início da partida e a partir disso conseguiu controlar o jogo. O Lagarto até chegou em algumas oportunidades, mas sem muito perigo. O gol de Edílson até colocou uma emoção no jogo, porém Vico tratou de espantar a chance de empate com um belo gol de perna esquerda. A vitória garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil e R$ 1,5 mi nos cofres.

Compartilhar