Um dos nove feridos na queda de uma aeronave que também provocou a morte de uma mulher, no distrito de Barra Grande, no município de Maraú, no baixo sul da Bahia, foi transferido do Hospital Municipal de Salvador para o Hospital Geral do Estado (HGE), na capital baiana, na noite da quinta-feira (14), poucas horas após o acidente.

As informações foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (15) pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O HGE é referência em trauma e um dos poucos equipamentos do Brasil dotados de centro cirúrgico e UTI especializados no atendimento a vítimas de queimaduras.

A vítima transferida é um homem de 30 anos. Segundo o coordenador da cirurgia geral do Hospital Municipal de Salvador, André Gusmão, o paciente teve cerca de 80% do corpo queimado. A identidade dele não foi divulgada. Esta foi a segunda vez que o paciente foi transferido no mesmo dia.

O homem e os outros oito feridos no acidente foram atendidos inicialmente em um posto de saúde em Maraú. Eles foram levado para Salvador durante a tarde, em um avião e dois helicópteros do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer).

Além do homem que foi transferido para o HGE na noite de quinta, outros cinco feridos estão na unidade de saúde, dois homens estão no Hospital Municipal de Salvador e uma mulher está do Hospital do Subúrbio, que também fica na capital baiana.

Aeronave cai durante pouso em pista de resort e pega fogo na Bahia — Foto: Dudu Face/Camamu Noticias

Aeronave cai durante pouso em pista de resort e pega fogo na Bahia — Foto: Dudu Face/Camamu Noticias

No HGE estão internados:

  • Fernando Oliveira Silva, de 26 anos;
  • Marrie Cavelan, de 27 anos;
  • Eduardo Trajano Telles Elias, de 38 anos;
  • Eduardo Mussi, que é irmão do deputado licenciado Guilherme Mussi;
  • Menino de 6 anos;
  • Homem de 30 anos;

No Hospital do Subúrbio está Maysa Marques Mussi, que é casada com Eduardo Mussi. As vítimas internadas no Hospital Municipal não tiveram o nome divulgado. A previsão da Sesab é que eles sejam levados para o HGE. Por volta das 10h50 desta sexta-feira, os homens deixaram o Hospital Municipal.

A assessoria de imprensa do deputado Guilherme Mussi informou que ele estava a caminho de Salvador para acompanhar de perto o estado de saúde dos familiares.

A mulher que morreu no acidente teve o corpo carbonizado. Ela era jornalista e irmã de Maysa Marques Mussi e foi identificada como Marcela Brandão Elias. O menino internado no HGE é filho dela e Eduardo Trajano Telles Elias marido.

Entre as vítimas também está o ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha. Ele já havia escapado de um grave acidente durante uma competição da Stock Car, em 2011, no Rio de Janeiro.

Compartilhar