A estimativa de crescimento do número de turistas durante o Festival Virada Salvador 2020 vai alcançar os 10%, em relação a 2019, totalizando meio milhão de visitantes entre os dias 28 de dezembro e 1º de janeiro, na orla da Boca do Rio.

Os dados são da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, com base numa estimativa de 92% de taxa de ocupação da rede hoteleira de Salvador durante os cinco dias de festival.

Sem contar a movimentação financeira dos soteropolitanos, o fortalecimento na economia, com a presença dos visitantes, vai passar de R$ 407 milhões em diversos setores.

De acordo com a projeção divulgada pela secretaria, mais de 238 mil pessoas virão do interior, mais 181 mil de outros estados brasileiros e outros 47 mil de países de todos os continentes.

Os números sinalizam o acerto da prefeitura em transferir a festa de virada do ano para a região da Boca do Rio, pois no dia do Réveillon, 31, a taxa de ocupação chegará perto de 100%, abrindo espaço para outras modalidades de hospedagem por aplicativo digital.

Gasto médio – De acordo com os estudos divulgados, o gasto médio de cada turista chegará a R$ 872, ao longo dos cinco dias, com destaque para a alimentação (35%), transporte na cidade (28%), compras (18%) e hospedagem (14%).

Lançado na semana que passou em São Paulo, o Festival Virada Salvador terá mais de 70 horas de música e estimativa de dois milhões de pessoas, com atrações como Daniela Mercury, Saulo e Ivete Sangalo, entre outros. O festival terá também show de drones, roda-gigante, tirolesa, vila gastronômica e feira criativa.

Compartilhar