Por Mário Bittencourt

O Jornal Correio da Bahia teve acesso a imagens de drone que mostram as marcas do acidente aéreo que aconteceu em acidente aéreo que ocorreu em Maraú, no sul da Bahia, na última quinta-feira (14). A queda do bimotor deixou deixou três mortos e sete feridos.

No vídeo, que tem 1 minuto e 56 segundos de duração, é possível ver as marcas do avião Cessna 550 Aircraft na cabeceira 11 da pista do Aeródromo Barra Grande. Os sinais de incêndio que aparecem na pista indicam que o avião, após tocar o solo, se arrastou e, já pegando fogo, se deslocou até parar no lado esquerdo da pista.

Uma das hipóteses da Força Aérea Brasileira (FAB), que investiga o caso, é que o piloto Aires Napoleão Guerra iniciou o pouso do avião antes da pista. O caso está sob responsabilidade de investigadores do Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA II), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), ligado à FAB. Eles estão em Maraú desde sexta-feira (15) coletando informações.

Apesar da suspeita, a FAB informou que “todas as hipóteses para as causas do acidente estão sendo investigadas”, e que o prazo para finalização do relatório sobre o ocorrido é “o mais breve possível”.

A hipótese de pouso antes da pista é a que mais está sendo levada em conta para a causa do acidente, considerando o percurso que o avião fez depois de pousar no Aeródromo Barra Grande. O espaço é homologado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) desde 2013 e não tem restrições atuais para pouso e decolagem.

Compartilhar