O Serviço de Atenção Especializada (SAE) São Francisco, no bairro de Nazaré, Centro de Salvador, foi invadido por assaltantes na madrugada desta terça-feira (13). A unidade especializada para atendimento a pacientes com HIV, teve computadores e bebedouros furtados.

No local também, onde também funcionam um posto da Vigilância Sanitária e o Distrito Sanitário do Centro Histórico, os assaltantes deixaram o salão principal da unidade inundado.

Por causa do arrombamento, o serviço foi suspenso na manhã desta terça-feira e serão retomados após perícia da Policia Civil. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), os atendimentos agendados precisaram ser remarcados.

De acordo com funcionários, esta foi a sétima vez que o imóvel foi arrombado nos últimos quatro meses. Na última invasão, 16 computadores foram furtados.

Uma funcionária do setor administrativo do SAE, Maria Auxiliadora, informou que todos os andares do prédio foram arrombados e os servidores estão com medo. E cobrou uma atenção das autoridades para a segurança no estabelecimento.

“Isso é uma coisa que estamos temerosos. Os servidores estão em pânico, já foram sete arrombamentos. As autoridades, tanto os policiais quanto a Secretaria da Saúde, precisam tomar uma atitude”, afirmou.

Computadores foram furtados após arrombamento em unidade de saúde no Centro de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Computadores foram furtados após arrombamento em unidade de saúde no Centro de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Conforme informou a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), por causa dos episódios de arrombamento, a gestão identificou um novo prédio na região para remanejar o serviço e deve fazer a mudança visando maior segurança.

Ainda de acordo com os funcionários, a SMS ainda não fez um levantamento do que foi furtado e danificado. A secretaria informou que até a transferência para as novas instalações, os atendimentos permanecerão normalmente no local atual.

A SMS destacou também que já solicitou aos órgãos de segurança pública o monitoramento ostensivo da área onde funciona o posto para evitar a ocorrência de novos furtos.

Compartilhar