Os países da União Europeia devem garantir vouchers para viagens canceladas durante a pandemia de coronavírus e começar a suspender as restrições nas fronteiras internas, numa tentativa de salvar parte da temporada de turismo de verão, vai anunciar na próxima semana o braço executivo do bloco.

O turismo, que normalmente contribui com quase um décimo da produção econômica da União Europeia, está entre os setores mais afetados pelo surto global que suspendeu quase todas as viagens.

Compartilhar