O presidente dos EUA, Donald Trump, disse na quarta-feira (29) que o governo federal não estenderá suas diretrizes de distanciamento social para coronavírus quando expirarem nesta quinta-feira (30).

Trump também disse que planeja retomar as viagens oficiais na próxima semana, informou a Associated Press. Ele acrescentou que espera realizar comícios de campanha nos próximos meses com apoiadores.

“Estamos empolgados com o fato de que o pior da dor e do sofrimento ficará para trás”, disse Trump em uma mesa redonda com executivos de empresas como Hilton e Toyota.

O presidente americano apresentou uma visão de um retorno à normalidade pré-coronavírus – “com ou sem” uma vacina – com a reabertura de restaurantes e estádios.

“Não quero que as pessoas se acostumem com isso”, disse Trump a repórteres. “Eu vejo o novo normal sendo o que era três meses atrás.”

Viagens oficiais

Em suas declarações, Trump anunciou que planeja retomar as viagens para fora do estado depois de passar mais de um mês na maior parte “preso” na Casa Branca. Ele disse que está planejando uma viagem ao Arizona na próxima semana, seguida de uma possível viagem a Ohio.

“Vamos começar a nos movimentar e, esperançosamente, em um futuro não muito distante, teremos grandes comícios e as pessoas estarão sentadas próximas umas das outras”, disse ele, segundo a AP.

Na quarta-feira (29), Trump recebeu o apoio da Associação de Médicos e Cirurgiões Americanos (AAPS) por sua promoção e aprovação do medicamento antimalárico Hidroxicloroquina (HCQ) para tratar o coronavírus chinês.

AAPS apresentou dados obtidos após um estudo com 2.333 pacientes com coronavírus chinês tratados com o medicamento hidroxicloroquina. O estudo constatou que 91,6% dos pacientes melhoraram após a administração do medicamento.

Compartilhar