O Tribunal Regional Federal (TRF) da 1° Região, em Brasília, determinou que o Laboratório de Tecnologia contra a Lavagem de Dinheiro permaneça instalado no Centro de Operações e Inteligência (COI) da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A decisão foi publicana na tarde desta segunda-feira, 10. De acordo com a SSP, a unidade dá apoio em apurações de crimes financeiros, alguns deles praticados por traficantes de drogas.

“Continuaremos com o trabalho de inteligência contras as organizações criminosas”, destacou o secretário Maurício Teles Barbosa, afirmando que a Bahia é referência para o país.

Compartilhar