Dois casos de agressão a pauladas foram registrados entre este sábado e domingo (24) no posto policial do Hospital Geral do Estado (HGE). Três pessoas ficaram feridas e deram entrada na unidade hospitalar encaminhados por ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

O primeiro caso aconteceu na tarde de sábado (23), no Nordeste de Amaralina, no qual dois homens foram agredidos. As vítimas foram identificadas como Lucas Morais Santos, 28 anos, e Júlio César Souza, 40 anos. Ambos foram socorridos para o HGE após populares informarem à polícia de que haviam dois indivíduos deixados ao lado do próprio hospital.

Conforme o boletim de ocorrência, um motorista a bordo de um veículo de dados não anotados deixou os dois no local. Socorridos por ambulância, Lucas e Júlio deram entrada na emergência apresentando lesões corporais provocadas por pauladas, sendo que Lucas foi agredido nas mãos, braços e pernas e Júlio na cabeça, mãos, braços e pernas.

De acordo com relatos das próprias vítimas, os autores foram mais ou menos cinco indivíduos que estariam cumprindo ordem do “Tribunal do Crime”, após serem acusados de furtarem um aparelho celular. O crime aconteceu na Rua Emídio Pio, por volta das 13h30.

O segundo registro de agressão a pauladas aconteceu na madrugada deste domingo, por volta das 2h, em uma rua não especificada do Pelourinho. A vítima foi Twan Torizio Moura de Pinho, de 23 anos. Ele deu entrada no hospital apresentando lesões no rosto e o caso foi tipificado como lesão corporal. A autoria e a motivação da agressão são desconhecidas.

O estado de saúde das vítimas não foi informado. O caso do Nordeste de Amaralina será investigado pela 28ª Delegacia (Nordeste de Amaralina) e o do Pelourinho pela 1ª Delegacia (Barris).

Compartilhar