O presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o desembargador Lourival Trindade, determinou que todos os servidores da Justiça comum voltem ao regime de home office por conta do avanço da pandemia do coronavirus. Os servidores devem cumprir expediente de 8h às 18h.

Em unidades que digitalizam processos físicos e necessitam de servidores presentes, o regime será de plantão, em sistema de rodízio, com jornada das 9h às 15h. Mandados poderão ser expedidos e cumpridos de forma digital “devendo ser certificada a forma de comprovação do recebimento, à exceção daqueles, urgentes, que demandem cumprimento presencial e imediato”.

Compartilhar