Líder da bancada da oposição na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Luiz Carlos Suíca (PT) defendeu que o debate sobre a Linha Viva seja ampliado para que a população, de fato, seja ouvida.

suica

“Queremos ouvir a população e o governador Rui Costa. Aquelas propriedades, acima de tudo, possuem valor de pertecimento para as pessoas que moram lá há décadas. Normalmente, as alternativas apresentadas não compensam, valores menores ou conjuntos distantes do centro. Até agora a prefeitura não ouviu ninguém nem apresentou caminhos deixando a população insegura. O tema deve ser discutido junto ao Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU)”, declarou Suíca.

O projeto da Linha Viva foi criado na gestão do prefeito João Henrique e a atual prefeitura deu continuidade. De acordo com o secretário municipal de Transportes, José Carlos Aleluia, o projeto prevê a construção de uma via expressa de quase 18 km de extensão que vai ligar o Acesso Norte, na BR-324, à BA-524, mais conhecida como estrada Cia-Aeroporto.

A previsão é que a Linha Viva passe por bairros e comunidades de Salvador que estão situados na linha de transmissão da Chesf, como Pernambués, Saramandaia, região da Avenida Luís Eduardo Magalhães, Avenida Gal Costa, São Cristóvão e Mussurunga.

Compartilhar