Sem negociar com o presidente nacional do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) deve emplacar o terceiro nome do DEM em seu governo.

A expectativa é que o capitão da reserva escolha o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (MS) para ministro da Saúde. Onyx Lorenzoni (RS) já está confirmado como chefe da Casa Civil, e Tereza Cristina (MS) como ministra da Agricultura.

No entanto, Bolsonaro não conversou nenhuma vez a respeito com o prefeito de Salvador e com Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados. De acordo com o Blog do Noblat, da revista Veja, eles ficaram sabendo pela imprensa.

Lorenzoni foi escolha pessoal de Bolsonaro. Tereza, da frente dos ruralistas. Mandetta, da frente da Saúde.

Compartilhar