O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, realizado no domingo (24), teve abstenção de 53,7% na Bahia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A pandemia da Covid-19 fez com que o certame de 2020 só fosse realizado em 2021.

O percentual de ausências corresponde a 238.826 pessoas que não fizeram as provas. O índice é mais do que o dobro do registrado no segundo dia de provas do Enem 2019 na Bahia, quando 107.954 inscritos faltaram (27,3%). A média nacional de abstenção ficou em 55,3%.

Em todo o estado, 444.744 candidatos se inscreveram para fazer a prova. Deste total, 205.918 compareceram aos locais de provas. A Bahia ficou em 3º lugar no ranking de presenças neste segundo dia de provas do Enem 2020, atrás de São Paulo (365.456 presentes) e Minas Gerais (239.813).

No segundo dia de provas, os candidatos tiveram 5h para responder a mais 90 questões de múltipla escolha (45 de Matemática e suas Tecnologias e 45 de Ciências da Natureza e suas Tecnologias).

No primeiro dia de provas, realizado em 17 de janeiro, a Bahia teve abstenção de 51%, o que corresponde a 226.829 pessoas que não fizeram as provas.

Uma reaplicação do Enem ocorrerá nos dias 23 e 24 de fevereiro. Deve fazer o pedido a partir das 12h desta segunda (25) até sexta (29):

  • quem perdeu o Enem por problemas de infraestrutura, como as salas lotadas no domingo passado ou falta de luz nos locais de prova
  • quem teve diagnóstico de Covid ou doenças infectocontagiosas na véspera do exame. O Inep já recebeu até o momento 18.210 solicitações relacionadas ao novo coronavírus e aprovou 13.716 desse total

O pedido deve ser feito na Página do Participante.

 Cada caso será analisado pelo Inep.

O próximo domingo terá a aplicação do projeto piloto do Enem digital, com provas para 96 mil inscritos.

Compartilhar