Na manhã desta segunda-feira (13), o secretário da saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, criticou a distribuição do quem vem sendo chamado de “kit covid” por algumas prefeituras da Bahia, com medicamentos como hidroxicloroquina e ivermectina.

O secretário destacou que não existe comprovação científica da eficácia desses medicamentos no combate ao coronavírus.

Ele alertou que, ao contrário do que alguns tem difundido, existem evidências de que os remédios podem fazer mal à saúde. Fábio Vilas-Boas ainda lembrou que essas medicações são controladas e só devem ser liberadas com receita.

Compartilhar