Por Rodrigo Aguiar

O prefeito ACM Neto (DEM) negou nesta segunda-feira, 14, ter “produzido” a candidatura do vice-prefeito Bruno Reis, seu correligionário, ao comando do Executivo municipal.

“Bruno não é um desconhecido que estou produzindo como candidato. Que estou tirando de outra área e dizendo que vai ser candidato. Bruno construiu isso ao longo de 20 anos na vida pública. Qual chapa oferece o que estamos oferecendo? Duas pessoas que se dedicaram nos últimos oito anos à cidade e com profundo conhecimento da cidade e da engrenagem pública”, disse Neto, em coletiva virtual após a convenção do DEM, com Bruno e sua colega de chapa, Ana Paula Matos (PDT). “Se Bruno fosse um poste, não estaria liderando todas as pesquisas, como lidera hoje, por méritos”, acrescentou o prefeito.

O candidato do DEM evitou, entretanto, comentar o cenário das sondagens, ao ser questionado se considerava o Pastor Sargento Isidório (Avante) seu maior adversário na campanha. “Está cedo ainda. Não vou me preocupar com os meus adversários, vou me preocupar com o nosso trabalho”, disse.

Perguntado sobre sua orientação ideológica, Bruno afirmou ser “um candidato do trabalho”. Observo a política do Brasil e da Bahia e acho que as pessoas estão preocupadas com quem dá mais resultado, com quem ajuda a mudar a vida as pessoas. Me considero um humanista”, completou.

Compartilhar