Um sargento aposentado da Polícia Militar foi preso na quarta-feira (30) suspeitos de participar de um grupo de extermínio responsável por assassinatos neste ano em Itabareba, na Bahia. Outros dois comparsas também foram presos pela força tarefa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) contra grupos de extermínio.

O trio preso tinha mandado de prisão temporária de 30 dias. Com eles, a polícia apreendeu quatro revólveres calibre 38, uma pistola, três espingardas, carregador, munições, colete balístico, algema e celulares.

O sargento aposentado será trazido para Salvador, onde cumprirá o mandado, na custódia que fica localizada em uma área no Batalhão de Choque. Os outros dois comparsas serão encaminhados ao sistema prisional.

A SSP não detalhou os crimes pelos quais o trio foi preso.

Participaram da operação, equipes das Corregedorias Geral, da PM e da PC, da COE, da Superintendência de Inteligência da SSP, do Depin, do Draco, do DHPP, do DIP e do DPT de Itaberaba.

Compartilhar