Peixe na cola dos líderes

Santos venceu o Bahia por 3 a 1 na noite deste domingo, na Vila Belmiro, e encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro de maneira positiva, na parte de cima da tabela, colado no G-4 e sem perder os líderes de vista. O placar foi construído ainda no primeiro tempo, com gols de Madson, Marinho e Jobson, enquanto Daniel descontou para o Bahia. A equipe treinada por Cuca se impôs em casa e, mesmo com menos finalizações, acertou a pontaria e soube aproveitar as chances que teve. O time de Mano Menezes, por sua vez, perdeu mais uma fora de casa e encerra o turno na luta contra o rebaixamento.

Como fica?

A vitória deixa o Santos na sexta posição, com 30 pontos, a dois do Fluminense, que abre o G-4. O Bahia fica com 19 pontos, muito próximo do Z-4.Na briga pela artilharia

Marinho marcou mais uma vez e chegou a 12 gols no Brasileirão, na vice-artilharia isolada. Thiago Galhardo, do Inter, marcou 15 vezes, mas foi expulso na derrota para o Corinthians e não joga a primeira partida do segundo turno. Seria uma chance boa para o camisa 11 do Peixe aproveitar, mas ele levou o terceiro cartão amarelo e também está suspenso na abertura do returno.

  • Primeiro tempo

    Em 45 minutos movimentados e equilibrados, melhor para quem foi mais eficiente. Rigorosamente iguais na posse de bola, Santos e Bahia se diferenciaram pela profundidade nos ataques e pontaria nas finalizações. Com força máxima no ataque (Soteldo, Marinho e Kaio Jorge), o Peixe alargou o campo e levou muitos jogadores à área rival. Assim, abriu o placar com Madson após cruzamento de Soteldo pela esquerda. Depois, foi a vez de Marinho ampliar após jogada de Lucas Veríssimo e Jobson. O Bahia diminuiu com Daniel, em bom lance de Nino Paraíba, mas Jobson fez o terceiro em cobrança de falta que contou com falha de Douglas. Das seis finalizações santistas, três entraram. O Bahia deu 12 chutes.

    Gol do Santos! Marinho e finaliza de dentro da área para ampliar, aos 25' do 1º Tempo

    Gol do Santos! Marinho e finaliza de dentro da área para ampliar, aos 25′ do 1º Tempo

  • Segundo tempo

    O Santos diminuiu o ritmo com o passar do tempo, enquanto o Bahia criou uma chance antes do primeiro minuto, com Gilberto exigindo boa defesa de João Paulo. A pressão da equipe de Mano Menezes, porém, não se confirmou. Apesar das entradas de Rossi e Clayson, o Bahia investiu mais em bolas aéreas e cruzamentos quase sempre neutralizados pela defesa santista. Cuca lançou a garotada na segunda etapa, incluindo o garoto Ângelo, de 15 anos, e buscou apenas administrar a posse de bola para confirmar a vitória. Deu certo.

    Gilberto drible e finaliza, mas João Paulo defende, a 1' do 2º Tempo

    Gilberto drible e finaliza, mas João Paulo defende, a 1′ do 2º Tempo

  • Fala, Jobson!

    Destaque do Peixe fala sobre a vitória.

    Jobson fala da disputa com Alison por titularidade: "Por que não jogar juntos?"

    Jobson fala da disputa com Alison por titularidade: “Por que não jogar juntos?”

  • Fala, Douglas!

    Goleiro do Bahia analisa derrota na Vila.

    Douglas Friedrich admite que terceiro gol do Santos era defensável: "Frustrado"

    Douglas Friedrich admite que terceiro gol do Santos era defensável: “Frustrado”

  • Próximos jogos

    O Santos volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Ceará, às 19h (de Brasília), na Arena Castelão, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil (a ida terminou 0 x 0). Já o Bahia recebe o Melgar, do Peru, na quinta-feira, às 21h30, na Itaipava Arena Fonte Nova, pelo jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana (o Bahia perdeu a ida por 1 a 0).

Compartilhar