O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) deve lançar um nome para disputar o cargo máximo do executivo soteropolitano. Resta saber se o nome será do deputado estadual Paulo Câmara ou do deputado estadual David Rios. A análise de Paulo Câmara é de que uma eventual ausência no pleito de 2020 poderá causar uma redução no número de vereadores da sigla, que atualmente conta com quatro nomes na Câmara Municipal de Salvador.

– Eu sempre defendi que o PSDB tenha candidato, e essa foi a decisão na última reunião da executiva do partido. É imperioso que o partido tenha candidato, até por questão de sobrevivência. Hoje, nós temos quatro vereadores e o mesmo número de deputados estaduais. O PSDB poderá reduzir se não tiver uma candidatura ao Executivo – avaliou Câmara.

Ritmo – Câmara afirma que a legenda vem crescendo nas últimas três eleições, e para manter o ritmo é necessário ter candidatura majoritária própria, “até para dar sustentação à base legislativa, aos pré-candidatos”. Em relação ao nome, o deputado estadual pontuou que deve mesmo sair da Alba. Entretanto, o martelo ainda não foi batido sobre quem será o escolhido em caso de uma “candidatura pura”.

Compartilhar