Por Jairo Costa Júnior – Correio da Bahia

Para garantir apoio suficiente à aprovação da reforma previdenciária dos servidores estaduais, o governador Rui Costa (PT) acenou com a liberação de emendas aos deputados da base aliada na Assembleia Legislativa. À Satélite, integrantes da bancada do governo e da oposição disseram ter detectado nos últimos dias alta rotatividade de lideranças da Casa no gabinete da secretária estadual de Relações Institucionais, Cibele Carvalho, escalada pelo Palácio de Ondina para negociar emendas com os parlamentares. A movimentação foi acelerada para buscar a aprovação antes de reinício dos trabalhos na Assembleia, evitando que os debates se arrastem para depois do Carnaval, quando os servidores terão maior poder de mobilização contra a matéria.

Bolso cheio
Nos corredores da Casa, a eventual convocação extraordinária no recesso é vista como tática de Rui para assegurar quorum e votar a reforma em dois turnos. Com os R$ 50 mil de verba extra pagos a cada um pelo governo, os deputados dificilmente faltariam às sessões.

Compartilhar