Vitória, mesmo, só no nome do time. Em campo, é uma derrota atrás da outra. Nesta quarta-feira (22/10), foi a vez do Corinthians bater o Rubro-Negro baiano, em jogo na Arena Pantanal, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Os três pontos conquistados no Centro-Oeste colocam o Corinthians na 3ª posição do campeonato – e os resultados tiram o Internacional do pelotão de cima do torneio. O Timão soma 52 pontos em 30 partidas. Na próxima rodada, no sábado, a equipe encara o Palmeiras, no Pacaembu.

O Vitória segue lutando na parte de baixo da tabela. O time estacionou nos 31 pontos e pode terminar a rodada na zona do rebaixamento. O Rubro-negro enfrenta o Criciúma, no Barradão, no próximo sábado.

Diferente das últimas partidas, o Corinthians começou buscando o ataque. Aos dois minutos, Romero recebeu cruzamento na pequena área e se esticou para chegar na bola, mas chutou para fora. Aos 11 minutos, Bruno Henrique arriscou de fora da área e Wilson fez boa defesa.

O Corinthians continuava na pressão e buscando mais o ataque. Mesmo jogando na Arena Pantanal, a torcida alvinegra marcou presença e empurrou o time. E a pressão deu resultado. Num lance de sorte, aos 18 minutos, Renato Augusto chutou, a bola desviou na zaga e sobrou limpa para Fábio Santos, que encheu o pé e marcou um belo gol.

Diferentemente do jogo contra o Atlético MG, quando o time recuou e esperou o adversário marcar gols, desta vez, ficou mais com a posse de bola e buscando manter o mesmo ritmo. Aos 29 minutos, Fábio santos tabelou com Renato Augusto e recebeu dentro da área, mas chutou para fora.

O Vitória até tentava arriscar, mas a zaga alvinegra estava bem postada. Com o domínio do jogo, o Timão quase ampliou. Ferrugem fez bela jogada individual e rolou para Jadson dentro da área, que, livre, chutou por cima do gol. No lance seguinte, aos 43, Dinei girou em cima da marcação e chutou cruzado, mas a bola foi para fora. O primeiro tempo poderia ter sido ainda melhor para os corintianos.

O Corinthians voltou com ritmo forte para o segundo tempo e apertava a saída de bola do Vitória, que não conseguia chegar ao ataque. O Rubro-negro assustou somente na bola parada, quando Richarlyson, aos 13 minutos, cobrou falta e Cássio fez boa defesa. Aos 18, Petros tentou enfiar boa bola para Luciano, mas a bola parou na zaga. Aos 20 veio a melhor chance. Jadson bateu escanteio, Anderson Martins cabeceou e a bola bateu na trave. Na sobra, Renato Augusto não conseguiu dominar e a bola foi para fora.

A pressão e boa atuação do Timão deu resultado. Aos 34 minutos, Fábio Santos achou Renato Augusto na área. O meia rolou para Luciano, que deu linda finta no zagueiro e marcou o segundo. O Vitória ainda conseguiu descontar. Edno, aos 38 minutos, bateu falta com perfeição. A reação rubro-negra parou por aí e o Corinthians assegurou a vitória e a volta ao G4.

Na próxima rodada, o Timão tem clássico contra o Palmeiras, sábado, às 16h20. Já o Vitória recebe o Criciúma, no Barradão, também no sábado, às 18h30.

Ficha do jogo

Corinthians – Walter; Ferrugem, Gil, Anderson Martins (Felipe) e Fábio Santos; Bruno Henrique, Elias, Petros, Renato Augusto e Jadson (Malcom); Romero (Luciano). Técnico: Mano Menezes.

Vitória – Wilson; Luiz Gustavo, Kadu, Roger Carvalho e Mansur (Juan); Luís Cáceres, José Welison, Richarlyson (William Henrique) e Marcinho (Edno); Vinicius e Dinei. Técnico: Ney Franco.

Gols
— Corinthians-SP: Fábio Santos 18′ 1T, Luciano 34′ 2T
— Vitória-BA: Edno 38′ 2T

Cartões Amarelos
— Corinthians-SP: Gil
— Vitória-BA: Luiz Gustavo

Renda – R$ 478.500
Público – 6.407 pagantes (7.408 total)

Arbitragem
— Alinor Silva da Paixão – MT
— Fábio Pereira – TO
— Fábio Rodrigo Rubinho – MT

Compartilhar