O deputado federal Ronaldo Carletto (PP) apresentou um pacote de medidas que considera essenciais para conter o novo coronavírus COVID-19 e as consequências da pandemia no país. Entre as medidas defendidas estão a inclusão da alimentação como serviço essencial, suspensão de impostos e instalação de Hospitais de Campanha nas capitais do país. No início desta semana, Carletto já havia anunciado o remanejamento de emendas no valor de R$ 3,555 milhões para as ações contra o coronavírus, entregue 12 leitos de UTI e 05 salas cirúrgicas no município de Teixeira de Freitas, além de ter participado da aprovação de outras matérias sobre o tema na Câmara dos Deputados, como o auxílio de R$ 600 por mês para trabalhadores informais.

“O país precisa de um pacote de medidas que visem tanto a saúde, quanto a economia. Não podemos deixar o sistema de saúde colapsar, nem colocar em risco a vida das pessoas, mas também precisamos garantir a sobrevivência da população agora e no futuro”, argumentou Carletto.

Outras medidas que o parlamentar considera importantes para resguardar a vida da população e, ao mesmo tempo, garantir a sustentabilidade econômica do país são a manutenção dos serviços essenciais (segurança, saúde, fábricas, transportes e etc); a volta gradual ao mercado de trabalho e abertura do comércio; a legalização do método de educação domiciliar; o isolamento  de idosos com mais de 60 anos e pacientes acometidos de comorbidades; a realização de blitz de testes para o novo coronavírus e isolamento dos infectados; e a aprovação urgente de matérias que visam o  enfrentamento ao novo vírus.

O deputado defende ainda a higienização diária de locais onde ocorre concentração de pessoas; a distribuição gratuita de itens básicos no combate ao coronavírus como máscaras, luvas e álcool gel; e mais investimentos no sistema público de saúde, nas equipes médicas, equipamentos e construção de novos leitos.

Compartilhar