LEIA TAMBÉM:

Roy Jones Jr., o Capitão Gancho, foi escolhido por Mike Tyson como adversário para seu retorno aos ringues em uma luta de exibição no dia 12 de setembro, na Dignity Health Sports Arena, em Los Angeles, nos Estados Unidos. E, assim como Iron Mike, o pugilista de 51 anos tem mostrado aos seus seguidores a boa forma física e o preparo para a luta.

RJJ lutou pela última vez há menos tempo que Tyson (2005). Seu último embate foi em 2018, quando venceu o americano Scott Sigmon no Bay Center, na Flórida, por decisão unânime.

Roy Jones Jr. é um ex-campeão dos médios e dos super-médios. Mas se destacou mesmo na categoria dos meio-pesados, conquistando o cinturão das principais organizações do boxe. Ele, inclusive, tem em seu currículo vitórias importantes, contra lutadores como Antonio Tarver, Felix Trinidad, James Toney, Bernard Hopkins e Vinny Paz.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Ain’t nothing changed, y’all must’ve forgot!

Uma publicação compartilhada por Roy Jones Jr. (@royjonesjrofficial) em

Em 2003, se tornou o primeiro ex-campeão dos médios a vencer um título mundial peso-pesado em 106 anos ao conquistar o cinturão da WBA (Associação Mundial de Boxe). Além disso, ele tem uma prata olímpica em Seul 1988 no super-médio.

No mesmo ano, ele chegou a recusar uma luta milionária contra Mike Tyson. Na época, a proposta seria de US$ 40 milhões, além de participação dos ganhos do pay-per-view da luta. Os dois nunca se encontraram nos ringues, portanto, será um embate inédito.

Ele, que é chamado de Capitão Gancho devido à potência de seu gancho e também de Super-Homem, tem um cartel incrível, com 66 vitórias (sendo 47 por nocaute, ou seja, 71,21%) e nove derrotas (cinco por K.O.) em 75 embates. Hoje, além de comentarista de boxe, é também treinador de jovens promessas.

Compartilhar