Por Gil Santos

O secretário municipal de Saúde Leo Prates afirmou que a primeira fase da retomada econômica em Salvador deve começar na quinta (23) ou sexta (24) da semana que vem. Ele falou durante a abertura de 20 novos leitos de UTI para pacientes com coronavírus no Wet’n Wild. “Minha projeção hoje é já entrar na linha abaixo dos 75%, e acredito que quinta ou sexta da semana que vem a gente abra (retomada)”.

“Com essa abertura da primeira ala da tenda 2, vamos para 631 leitos de UTI para coronavírus. Isso vai possibilitar que nossa taxa hoje desça para 75%. Além disso, falei com o secretário Fábio Villas Boas e ele me disse que os 25 leitos feitos em parceria estarão abertos entre hoje a noite e amanhã de manhã, baixando até amanhã a taxa para 72%, porque você passaria a ter 656 leitos de UTI, na maior expansão feita em dois dias pela prefeitura e pelo governo. É todo um esforço para que a gente faça a retomada, mas com segurança, preservando a vida das pessoas”, explicou.

Segundo Leo, a taxa atual de ocupação dos leitos de UTI para covid-19 em Salvador é de 78%. A retomada prevê, na primeira fase, a necessidade de que este valor fique por cinco dias em 75% ou menos.

O prefeito ACM Neto diz que o reflexo da abertura dos novos leitos deve ser sentido amanhã. “Se mantida a demanda atual, cremos que amanhã a gente vence essa barreira dos 75% e entra no processo de contagem regressiva dos cinco dias, para que então a partir do sexto dia, com segurança e responsabilidade, possamos começar a primeira fase da retomada das atividades econômicas da capital, com reabertura de shoppings, comércio acima de 200m² e templos religiosos”, afirmou ele, no mesmo evento. Isso significaria a reabertura na sexta (24).

“A partir do atingimento desse marco, vamos lutar para o marco seguinte, que são os 70% de taxa de ocupação por cinco dias, que vai permitir o início da segunda fase de retomada”, finaliza.

Com informações do Correio da Bahia

Compartilhar