A repórter Daiane Dalle Tese, do “Cidade Alerta” do Rio Grande do Sul, jamais poderia imaginar a repercussão de uma entrevista com uma mãe sobre o filho desaparecido.

 

No momento da entrevista, transmitida ao vivo pela Record, o filho surge entrando em casa e a mãe, muito nervosa, se revolta e ameaça dar uma surra no filho que estava sumido havia cinco dias.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Gente… 😅 …pra quem não viu, essa foi uma das experiências mais hilárias que já passei nesses quase sete anos de jornalismo. Quem me conhece sabe que não fico sem palavras em um link ao vivo mas nesse… foi inevitável! 🤣 Diariamente conto histórias e dessa vez era um desaparecimento. Um homem de 35 anos estava sem dar notícias há cinco dias. Foi encontrar uma namorada em outra cidade e o celular não funcionou mais. Acostumada com histórias com finais trágicos fui pensado que o pior poderia ter acontecido. Introduzi o assunto, com preocupação, e na minha primeira pergunta para a mãe, que estava aflita, o inesperado acontece. A reação da dela, deixo aqui pra que vocês vejam… 🤣🤣 @martinsjuliano @alexandre.camsoares @flaviowolverine76

Uma publicação compartilhada por Daiane Dalle Tese (@daianedalletese) em

Daiane continuou no ar e precisou se virar nos 30 com aquela situação inesperada. A mãe briga com o filho e pede desculpas aos telespectadores.

“Muitos acham que era combinado, mas pela minha reação dá para notar que não é. Eu fico sem palavras”, diz ela.

“Algumas pessoas comentaram, ‘nossa a jornalista ria enquanto a mãe passava mal’. Se ela estivesse passando mal mesmo eu teria largado o microfone, por muito menos eu encerrei links ao vivo”, afirma a repórter.

Na realidade, a mãe só estava nervosa, ou melhor, furiosa. Ela conta que nem chegou a falar com o “desaparecido” e que após a entrevista, talvez a mais inusitada de sua carreira, seguiu de volta para a emissora.

“A família agradeceu nossa atenção e pediu desculpas pelo ‘transtorno'”, conta.

Compartilhar