O trânsito está complicado na manhã desta quarta-feira (25) em Salvador. Além dos pontos de alagamento por causa da chuva, uma árvore e um poste caídos atrapalham o trânsito, de acordo com a Transalvador.

Na Avenida Centenário, uma árvore caiu e está atrapalhando o tráfego na via, porque a planta atingiu a fiação, e é necessário que uma equipe da Coelba atue para fazer a remoção. Os galhos dessa mesma árvore também caíram no viaduto que dá acesso à Ladeira do Campo Santo, na Federação, e parte da via foi interditada. Outra planta também caiu na região da Polêmica, em Brotas.

Já na Avenida Paralela, no sentido aeroporto, um poste caiu após a batida de um veículo, na noite deste terça-feira (25), por volta das 22h. O equipamento está obstruindo a faixa da direita, na altura da estação do metrô CAB. Também é necessário que a Coelba atue para remover os fios da avenida, segundo a Transalvador. Uma equipe da concessionária de energia já está no local.

Pontos de alagamento também atrapalham os motoristas que passam no largo da Calçada, na Avenida Paralela, no sentido Centro, e na Avenida San Martin, na altura do Atacadão dos Pisos.

Às 8h30, os 10 pontos mais congestionados da cidade, segundo a Transalvador:

– Av. Jorge Amado, no sentido Paralela, no trecho da Av. Octávio Mangabeira, na entrada do Museu da Ciência

– Av. Paralela, no sentido Centro, na altura da Odebrecht

– Av. Paralela, no sentido Aeroporto, na altura do Viaduto Imbuí

– Av. Dom João VI, no sentido Fonte Nova, na entrada da Cruz da Redenção

– Av. Paralela, no sentido Aeroporto, próximo ao Mergulho LIP

– Rua Caetano Moura, no sentido Centro, na altura do Viaduto TV Record até o Viaduto da Av. Centenário

– Av. Paralela, no sentido Centro, na entrada da Luis Eduardo até a passarela Shopping Salvador

– Av. Jequitaia, no sentido Paripe, no acesso do Túnel Américo Simas até o Largo da Calçada

– Av. Jorge Amado, no sentido Paralela, na entrada do Museu da Ciência – Paralela

– Av. 7 Setembro, no sentido Campo Grande, no trecho entre a Igreja da Vitória e a entrada do Campo Grande

Compartilhar