Por 38 votos a 6, o diretório municipal do PT decidiu neste sábado, 15, realizar um encontro de delegados, e não prévias, para definir a candidatura do partido à prefeitura de Salvador.

Para a convocação do encontro, eram necessários pelo menos 2/3 dos votos – ou seja, 30 dos 45 votos do diretório. Houve uma ausência.

O encontro será realizado no próximo dia 14 de março. Trezentos delegados, indicados de maneira proporcional pelas chapas que disputaram o último PED (processo eleitoral interno do PT), serão os responsáveis por decidir quem representará a sigla nas urnas na disputa pelo Palácio Thomé de Souza. Em caso de prévias, todos os filiados teriam direito a voto.

Por unanimidade, o diretório também decidiu iniciar oficialmente as conversas com a major Denice Santiago, da Polícia Militar, para que ela se junte à lista daqueles que disputarão a indicação pela legenda. Denice é a preferida do governador Rui Costa (PT) para concorrer pela sigla.

“O PT a convida para conversar, dentro das normas legais que regem a carreira militar”, afirmou o presidente municipal do PT, Ademário Costa.

Por ser militar, a comandante da Ronda Maria da Penha não pode ter filiação partidária. No dia 21 de março, uma semana depois do encontro de delegados, o partido iniciará a elaboração de um programa de governo municipal participativo.

O partido já tem quatro pré-candidatos: o ex-ministro da Cultura Juca Ferreira, o deputado estadual Robinson Almeida, a socióloga Vilma Reis e a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis.

Compartilhar