A empresa ZeroAvia comunicou que a aeronave Piper M-class, de seis assentos, é a “maior do mundo” a voar com este tipo de combustível.

O avião conta com uma bateria de hidrogênio e oxigênio para produzir eletricidade, oferecendo o mesmo potencial de zero emissões que uma bateria elétrica, porém com uma maior densidade energética, tornando o avião viável para operações comerciais.

De acordo com a empresa, os aviões propulsados por hidrogênio “igualaram as distâncias de voo e carga útil de um avião de combustível fóssil”.

“Embora algumas aeronaves experimentais tenham voado com células de combustível de hidrogênio como fonte de energia, o tamanho deste avião disponível comercialmente mostra que os passageiros poderiam embarcar muito em breve em um voo verdadeiramente de zero emissões, “, afirmou Val Miftakhov, diretor da ZeroAvia.

Durante o voo inaugural, o avião realizou com sucesso o taxiamento, decolagem, um circuito padrão completo e o pouso. Agora, a empresa pretende realizar um voo de aproximadamente 482 quilômetros até o final de 2020.

Compartilhar