Por Carlos Ferreira – Aero IN.

Em serviço há 20 anos, chegou a hora dos antigos A340 “pendurarem as chuteiras” e darem lugar a três supermodernos Airbus A350, dos quais o primeiro entrou em serviço na sexta-feira (9). Sua missão: transportar personalidades VVIP do governo, como a chanceler Angela Merkel.

Segundo o Aviacionline, o primeiro A350 VVIP, que leva a identificação 10+03, da Força Aérea Alemã, deixou a Lufthansa Technik em Hamburgo para entrar na frota de longo alcance da Bundeswehr (Ministério Federal da Defesa da Alemanha), com sede na cidade de Colônia. O momento também foi registrado pelo time de manutenção da Lufthansa, que trabalhou no processo de configuração interna da aeronave, como mostra essa publicação no Twitter.

O Tenente-Coronel Jens B., um dos mais experientes pilotos e instrutores de voo do Ministério Federal da Defesa Alemão, voou com o avião para Colônia como comandante. Ele foi um dos primeiros pilotos a ser treinado para o novo tipo de aeronave. Ele estava entusiasmado: “O A350 é a melhor aeronave que já pilotei. Voa mais rápido, mais alto, mais longe e é a aeronave mais moderna e econômica da frota”.

“Com este Airbus A350, o Ministério Federal da Defesa passa a ter um tipo de aeronave da mais moderna geração. Este é o primeiro Airbus A350 a ser usado como aeronave governamental e também o primeiro a ser modificado para essas funções. Isso significa que o transporte aéreo para os representantes do alto escalão do estado e do governo pode ser feito de forma ainda mais eficiente, com mais confiabilidade, mas também com menores emissões”, explica o diretor técnico do governo, Stefan Rauscher.

A gama de tarefas do A350 consiste principalmente no transporte de pessoal político do setor parlamentar, bem como no transporte de soldados. No futuro, também será possível transportar os feridos e enfermos com cuidados intensivos. A meta é iniciar as operações de voos do governo até o final de 2020.

Substituição do A340 em 2022

O Airbus A350-900 é uma aeronave bimotora, de longo alcance e de corpo largo. É a aeronave com a maior proporção de compostos de fibra de carbono na fuselagem e estrutura de asa voando hoje.

O alcance é de aproximadamente 15.000 quilômetros com uma velocidade de cruzeiro de aproximadamente 910 quilômetros por hora. O A350 pode transportar até 132 passageiros. Na parte traseira, existem poltronas para 76 passageiros, na área intermediária há poltronas na Classe Executiva para 30 passageiros e na frente a área VIP. Na parte frontal, ele está adaptado para funções de chefe de estado, mas ainda não em uma configuração final.

Nos meses a seguir, os dois próximos A350, com os registros 10+01 e 10+02, também sairão da fábrica de Toulouse para a Lufthansa Technik em Hamburgo, onde serão feitas as modificações necessárias na função pretendida.

Na área frontal esses dois próximos jatos receberão os equipamentos mais VIP da cabine, sala de conferências e escritório privativo, semelhante à configuração do A340. Depois disso, o 10+03 voltará às oficinas, onde receberá a mesma adaptação VIP em sua área frontal. O Airbus A350 deve substituir completamente o atual A340 a partir de 2022.

Compartilhar