O romancista mais lido do Brasil teve a sua vida pessoal e a sua trajetória profissional pesquisadas a fundo pela jornalista baiana Josélia Aguiar, que passou oito anos coletando informações, muitas delas inéditas, sobre Jorge Amado (1912-1900). O resultado das curiosidades é a primeira biografia sobre o autor: Jorge Amado: Uma Biografia, que ganha lançamento nacional nesta terça-feira (27), em Salvador. O evento acontece no Palacete das Artes (Graça), às 19h, com vendas do livro pelo preço de R$ 79,90.

Evento de lançamento conta com bate-papo e filha de Jorge e Zélia Gattai como convidada
(Foto: Divulgação)

Além da sessão de autógrafos, a noite conta, ainda, com bate-papo entre a autora, a escritora Paloma Amado, filha de Jorge e Zélia Gattai (1916-2008), e o professor e pesquisador Gildeci Leite, da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Jornalista Josélia Aguiar traz declarações e detalhes inéditos da vida de Amado
(Foto: Divulgação)

Na obra, a jornalista joga luz no início da carreira internacional do escritor, que teria sido alavancada fora do Brasil pelo Partido Comunista, do qual foi militante ativo. O livro traz também declarações pessoais e poucos conhecidas sobre o autor, que já vendeu mais de 50 milhões de cópias em todo o mundo, como a sua afirmação, em um ímpeto de profeta, em que dizia que seria esquecido depois de morto. E assim ficaria por quase uma década.

Outro ponto sobre o autor e que Josélia ajuda a clarear, tem a ver com a relação de Jorge com a primeira geração de modernistas. A amizade com Oswald de Andrade  (1880-1954) e a gastura que sentia por Mário de Andrade (1893-1945) nunca tinham sido citadas em publicação alguma.

SERVIÇO:
Jorge Amado: Uma Biografia 
Palacete das Artes (Graça)
Nesta terça-feira (27), às 19h
Editora Todavia
640 páginas
Preço: R$ 79,90

Compartilhar