O atendimento ao público da prefeitura e os serviços que não sejam essenciais serão suspensos a partir da próxima terça-feira (23). Os serviços ficarão suspensos, inicialmente, por 8 dias. Essa medida faz parte do pacote anunciado pelo prefeito Bruno Reis para tentar conter o avanço da pandemia em Salvador.

Segundo o prefeito, só irão funcionar nas prefeituras-bairro o serviço de recadastramento do SUS para receber a vacinação. Além disso, todos os secretários municipais terão que apresentar um plano de suspensão das atividades não essenciais, mantendo em funcionamento apenas os setores que não podem parar.

“Eles vão determinar com qual quantidade mínima que irão atuar. Não estou falando de pessoas acima dos 60 anos, que já estão em atividade remota, mas de todos os servidores da prefeitura”, disse Bruno Reis, durante entrevista coletiva nesta sexta-feira (19).

No entanto, a medida não vai afetar as secretarias que trabalham diretamente com o combate à pandemia, como SMS, Sempre, Seman, Semop, Limpurb, Sucop, Desal, Conselheiros Tutelares, Guarda Municipal e Transalvador.

Compartilhar