A prefeitura anunciou nesta quarta-feira (27) que vai fechar duas vias em Periperi, no Subúrbio, para aumentar o isolamento social na região. A partir de amanhã, quando começam a valer as medidas regionalizadas no bairro, as ruas Carlos Gomes e Ambrósio Calmon, ambas no trecho entre a Rua das Pedrinhas até o Mercado Municipal, serão interditadas pela Transalvador. Somente moradores terão acesso às vias, mediante comprovação. O anúncio foi feito pelo prefeito ACM Neto durante a entrega de cestas básicas em Periperi hoje pela manhã.

Além das interdições viárias, fica suspensa a realização de qualquer atividade econômica, formal e informal, no bairro, só sendo permitido o funcionamento de daquelas consideradas essenciais, a exemplo de supermercados, farmácias e estabelecimentos que utilizam o sistema de delivery, sem retirada no local, além de serviços de saúde.

Haverá, ainda, ações de proteção à vida que envolvem distribuição de máscaras, realização de testes rápidos, medição de temperatura, doação de cestas básicas para feirantes e ambulantes, higienização de ruas, ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, apoio a instituições que atendam idosos, crianças e pessoas com deficiência e Cras Itinerante.

Todas essas iniciativas começam a vigorar nesta quinta (28) e valem inicialmente por sete dias, podendo ser prorrogadas. Atualmente, outros sete bairros de Salvador passam pelas mesmas medidas regionalizadas e ações de proteção à vida. São eles: Plataforma, Lobato, Brotas, Liberdade, Cosme de Farias, Massaranduba e Uruguai.

Dados
Falando com a imprensa, Neto demonstrou preocupação com o número de casos positivos para covid-19 registrados em Periperi e no Subúrbio como um todo. Até ontem (26), Periperi havia registrado 65 casos positivos, sendo 55 apenas em maio, com dez mortes.

“Apenas nos últimos sete dias, Periperi teve 26 pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. Por isso, decidimos adotar aqui as medidas regionalizadas e ações de proteção à vida. Além desse fator, há um relaxamento do isolamento social. Esperamos, com essas medidas, mudar esse cenário e conscientizar os cidadãos e cidadãs, como fizemos em outros locais, a exemplo do Bonfim e Boca do Rio”, disse o prefeito.

ACM Neto também divulgou números, até ontem, de outros bairros do Subúrbio. Em Plataforma e no Lobato, por exemplo, onde já estão em vigor medidas regionalizadas mais duras em prol do isolamento social, já são 74 e 71 casos, respectivamente, de pessoas contaminadas.

Compartilhar