Por Eduardo Dias

A partir desta segunda-feira (23), estudantes da rede pública municipal de ensino e de creches conveniadas com a prefeitura receberão cestas básicas como forma de garantia das refeições diárias. A medida foi tomada após a suspensão das aulas na última quarta-feira (18) por conta da pendemia de coronavírus. A entrega será feita nas próprias escolas – o cronograma será divulgado nos canais de comunicação da Secretaria Municipal de Educação (Smed) ainda nesta sexta-feira (20).

A prioridade será para as unidades que atuavam em tempo integral. No total, serão 143 mil cestas distribuídas e cada aluno matriculado terá direito a uma delas.

A medida da prefeitura, através Smed, tem o intuito garantir as cinco refeições dos alunos afetados com a suspensão das aulas, devido ao enfrentamento contra a proliferação do coronavírus nas escolas. A suspensão das aulas vale, inicialmente, por 15 dias. As cestas têm capacidade de duração para um mês.

Os detalhes da ação foram apresentados pelo titular da Smed, Bruno Barral, pela subsecretária Rafaela Pondé e pelo diretor de suporte escolar, Flávio Pimenta, em entrevista coletiva na sede da pasta, na Garibaldi.

Compartilhar