Os bares, restaurantes e outros estabelecimentos vão ter que esperar um pouco mais para voltarem a funcionar normalmente. Em entrevista na manhã deste sábado (13), quando Salvador completa três meses de restrições por conta da pandemia do novo coronavírus, o prefeito de Salvador, ACM Neto, explicou que já tem um protocolo preparado para o retorno desses setores, mas a liberação vai depender da redução dos casos de coronavírus na capital baiana.

“Nós temos um protocolo bem definido em relação ao funcionamento de shopping, bares e comercio de rua, mas sem data pré-estabelecida. Não há nada previsto. Essa decisão só será tomada com base em muita segurança. Outras cidades brasileiras abriram o comercio e precisaram voltar atrás”, explicou ACM Neto.

De acordo com o prefeito, atualmente Salvador conta com 81% de ocupação de leitos de UTI disponibilizados para o tratamento da covid-19. Ele conta que o comércio só poderá ser reaberto quando essa taxa cair para menos de 70%.

“A nossa perspectiva é de reduzir essa taxa de ocupação, mas enquanto estiver em 81% a taxa de UTI, não tem como voltar, não sou irresponsável. Ninguém mais do que eu deseja o retorno, mas só acontecerá quando houver segurança”, disse ele.

ACM Neto projeta ainda que a taxa de ocupação dos leitos apresente queda na próxima semana com a ampliação da rede de atendimento. Nos próximos dias, o Hospital Salvador vai passar a receber pacientes da covid-19. Além disso, será inaugurada a segunda ala do hospital de campanha montado no Wet’n Wild e a abertura de novos setores na Fonte Nova.

O prefeito de Salvador ressalta ainda que a reabertura dos serviços acontecerá de maneira gradual. Atualmente, os shoppings estão funcionando apenas no esquema ‘drive-thru’, no qual o cliente retira a compra sem sair do carro. Já os bares e restaurantes estão autorizados a funcionar apenas no delivery.

“Essa abertura não será de vez, terá fases. Em uma primeira fase a gente não cogitaria, por exemplo a abertura de praça de alimentação. As regras estão definidas, mas vamos ter que esperar os próximos dias, uma estabilização e conforto maior da taxa de ocupação de leitos”, explicou.

Nesta segunda-feira (15) vencem os decretos municipais que garantem o fechamento do comércio e outras restrições. No mesmo dia, uma coletiva do prefeito ACM Neto está marcada para anunciar as novas medidas no combate ao coronavírus.

Compartilhar