O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins (MDB), afirmou na manhã desta quarta-feira,11, que a Micareta que ocorrerá nos dias 23 a 26 de abril não está suspensa, mesmo com os casos confirmados de coronavírus no municípios.

Em entrevista na Rádio A TARDE FM o gestor ressaltou que o problema não é a Micareta, e que outros eventos que têm aglomerações acontecerão antes. O prefeito frisou ainda que os casos suspeitos e confirmados já estão sendo monitorados.

“Nós estamos a 40 dias da micareta. Não é o fato de ter uma festa, é o fato de ter aglomerações de pessoas. Se tem casos, nós temos que ter esse cuidado de evitar, porque aqui em Feira, assim como na Bahia, os números estão aumentando. Mas não é por se tratar somente da aglomeração da Micareta, todos os eventos coletivos até lá têm que ter o mesmo cuidado”, disse o prefeito de Feira de Santana.

Conforme o gestor, em Feira de Santana todas as ações relacionadas aos casos são encaminhadas para um comitê dirigido pela infectologista Melissa Falcão, que está em contato constante com o Ministério Público e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Todos os contactantes foram localizados e examinados. O  Ministério da Saúde, desde anteontem, está examinando todo mundo, não é só quem tem contato e quem veio de fora. Quem tiver suspeita, qualquer tipo de sintomatologia, está sendo examinado”, afirmou o gestor.

De acordo o Ministério da Saúde, a campanha de vacinação para gripe está sendo antecipada para o mês de março. A prevenção não tem eficácia contra o coronavírus, mas facilita os profissionais de saúde descartarem outras influenzas e detectar o vírus.

Compartilhar