Por Rodrigo Aguiar

Ainda com cinco pré-candidatos à prefeitura de Salvador, o PT pode deixar na mão do diretório municipal uma decisão que, inicialmente, caberia a um grupo de 300 delegados.

Com o apoio do governador Rui Costa e da maioria das correntes internas petistas, a major Denice Santiago, já licenciada da Polícia Militar, seria oficializada pré-candidata do partido ao Palácio Thomé de Souza no último dia 21 de março. No entanto, o encontro de delegados que bateria o martelo sobre a questão foi suspenso temporariamente, em meio às medidas restritivas adotadas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Ao suspender o encontro, a executiva municipal do PT estabeleceu três possíveis cenários para definição da pré-candidatura, a depender da evolução da pandemia: encontro presencial somente entre os integrantes do diretório municipal; reunião virtual entre os 300 delegados inscritos para o encontro; ou votação online apenas para os membros do diretório.

Dada a situação e as perspectivas para as próximas semanas, a primeira opção é praticamente impossível de ocorrer. “Penso, que com a medidas sanitárias impostas, devemos caminhar para alguma solução virtual; algo que garanta a participação dos delegados e delegadas, mas sem ser presencial”, diz o presidente estadual do PT, Éden Valadares.

O PT soteropolitano ainda aguarda, porém, um posicionamento do diretório nacional sobre essa questão. A expectativa é de que isso ocorra ainda essa semana, já que a situação é a mesma em diversas capitais. Os diretórios municipais petistas de Porto Alegre e São Paulo, por exemplo, fizeram propostas semelhantes de encontros online.

Na sexta-feira, 10, o diretório nacional da legenda realizará uma reunião virtual. Na pauta, estão a conjuntura do país, as questões sociais e econômicas e as medidas para o enfrentamento à política do governo Bolsonaro na crise do coronavírus.

“A direção nacional do PT está focada nesta luta em função da extrema necessidade de agir para impedir uma tragédia nacional. O partido como um todo está junto neste mesmo esforço. Fizemos a consulta à direção nacional, que tomará essa decisão no tempo certo, de acordo com a questão mais importante desse momento. Lutar em defesa da vida das pessoas”, afirma o presidente municipal do PT, Ademário Costa.

Além de Denice, continuam como pré-candidatos do PT o ex-ministro Juca Ferreira, a socióloga Vilma Reis, o deputado estadual Robinson Almeida e a secretária de Promoção da Igualdade Racial, Fabya Reis.

(Com informações do A Tarde)

Compartilhar