A prefeitura de Porto Seguro voltou atrás e decidiu flexibilizar o toque de recolher iniciado no município na última quarta-feira (3), atendendo a uma determinação do governo do estado. A medida foi imposta a 19 municípios da região do Extremo Sul da Bahia como forma de conter a disseminação do novo coronavírus. A prefeitura publicou na última quinta-feira (4) um decreto municipal que prevê algumas flexibilizações referentes ao toque de recolher no município.

Entre as flexibilizações está a autorização para o funcionamento do sistema de delivery até às 23h para farmácias, restaurantes, lanchonetes, pizzarias, padarias e similares. O argumento usado pelo município é que a alteração deste item foi importante para manter o movimento da economia da cidade, não prejudicando os comerciantes e a geração de emprego e renda desta atividade.

De acordo com dados do último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) no final da tarde de quinta-feira (4), Porto Seguro contabiliza142 casos confirmados, sendo 106 deles ativos e duas mortes – só uma das vítimas residia no município. O boletim da Sesab alerta ainda que o município teve um crecimento de 8,21% no número de casos no intervalo de 24h.

Continua valendo a determinação que limita a locomoção de pessoas no horário das 18h às 5h, entre os dias 3/6 a 9/6, ficando totalmente proibida a circulação e permanência nos parques, praças, ruas e espaços públicos. Os demais estabelecimentos já autorizados a funcionar devem ficar abertos das 8h às 17h, permitindo o deslocamento dos seus funcionários para as residências em tempo hábil. A Prefeitura mantém o funcionamento dos seus órgãos das 8h às 14h, ficando o controle de atendimento a critério de cada secretário.

Em nota, a prefeitura alerta que todos devem seguir obedecendo as regras de uso de máscaras, higienização e limitação do público. Vale ressaltar que as medidas de distanciamento podem ser alteradas de acordo com a necessidade, pois são tomadas a partir da avaliação de dados estatísticos e projeções da propagação do vírus.]

O decreto publicado pelo governo do estado no Diário Oficial prevê a adoção de toque de recolher, até a próxima terça-feira (9), em 19 municípios do extremo-sul da Bahia. O documento determina que apenas serviços essenciais poderão funcionar, além da proibição da circulação de pessoas entre 18h e 5h.

 “A região que mais preocupa nossa gestão, no que se refere ao avanço do coronavírus, é o extremo-sul. Hoje, conversamos sobre a necessária e urgente medida de maior restrição, após constarmos taxas altíssimas, com cidades chegando a 200 casos e crescimentos médios diários de 28%,inclusive Eunápolis, Porto Seguro, Teixeira de Freitas, Itamaraju. Se não tomarmos medidas, poderemos presenciar uma explosão de casos e uma explosão de demanda de UTI de leitos clínicos, que não podemos ofertar. Quero pedir a compreensão de todos da região extremo-sul, pois não podemos ter uma explosão e depois contabilizar um grande número de mortes”, alertou o governador., durante reunião com os gestores municipais em que foi anunciada a decisão do toque de recolher.

Estão incluídos no decreto estadual os municípios de Itamaraju, Teixeira de Freitas, Nova Viçosa, Mucuri, Prado, Ibirapuã, Vereda, Itanhém, Medeiros Neto, Alcobaça, Lajedão, Caravelas, Eunápolis, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Itapebi, Belmonte, Itabela e Guaratinga.

Compartilhar