LEIA TAMBÉM:

A missão do Bahia na Série A do Campeonato Brasileiro está bem desenhada: conseguir uma vaga entre os times que se garantem na Copa Libertadores do ano que vem. Para ficar mais perto de conquistar a tarefa, o tricolor entra em campo nesta segunda-feira (30), às 20h, contra o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis, Santa Catarina.

Com 34 pontos, o tricolor está a apenas dois do G6 e com um triunfo entra na zona de classificação da sonhada Libertadores. “A gente está sempre falando que tem que viver jogo a jogo para ver o que vai conseguir lá na frente. Não adianta pensar lá na frente. Temos que pensar jogo a jogo. Nosso foco hoje é o Avaí e vamos fazer um grande jogo”, afirmou o volante Flávio.

Além de garantir os três pontos fora de casa, o time de Roger Machado tem também a meta de voltar a engatar uma boa sequência no campeonato. No primeiro turno o tricolor chegou a ficar nove jogos sem perder.

Longe de Salvador, o Esquadrão tem uma campanha relativamente boa. Até o início da 22ª rodada, o tricolor ostentava o nono melhor desempenho como visitante: 10 dos 34 pontos que o time soma foram conquistados fora.  Até a derrota para o Corinthians, o Bahia vinha de duas vitórias fora, sobre Atlético-MG e Vasco.

Enquanto isso, o Avaí é o pior mandante da primeira divisão. O Leão perdeu seis dos 10 jogos que fez em casa e venceu apenas um.

Momentos opostos
Enquanto a meta do Bahia é chegar entre os seis, o Avaí vive momento completamente diferente. Depois de vencer dois jogos seguidos, o time catarinense viu a sua reação ser freada ao ser goleado por 6×1 pelo Grêmio, na última rodada e segue na vice-lanterna da Série A. Para Flávio, esse revés vai fazer com quem o adversário entre em campo mordido contra o Bahia.

“Sabemos que quando o time sofre uma goleada assim vem mordido na próxima partida. Estão jogando em casa, vão querer vir para cima da gente. Mas somos um time bem trabalhado. Vamos saber explorar os espaços que vão dar para gente”, analisou o jogador tricolor.

“A expectativa da gente é continuar o que estamos fazendo na competição. A gente vem desempenhando um bom papel fora de casa e esperamos fazer um grande jogo para atingir nosso objetivo, que é conquistar os três pontos”, continuou Flávio.

Ronaldo ou Guerra?
Já em Florianópolis, local da partida, o Bahia fez ontem o último treino antes do duelo. No CT do Figueirense, o elenco fez um trabalho técnico de posse de bola e jogadas de escanteios e laterais.

Roger Machado não deu pistas do time que vai começar a partida, mas o treinador deve mexer em apenas uma peça. Se manter a estratégia que vem fazendo nos jogos fora de casa, o volante Ronaldo vai entrar no lugar meia Alejandro Guerra.

No ataque, Élber segue entre os titulares no lugar de Lucca. O atacante vinha pedindo passagem e marcou um gol no triunfo por 2×0 sobre o Botafogo. Com a manutenção, Élber vai formar o trio ofensivo ao lado de Artur e Gilberto, artilheiro do Bahia no Brasileirão, com 11 gols.

Do outro lado, o Avaí vai ter mudanças para pegar o Bahia. O técnico Alberto Valentim vai contar com os retornos do lateral Léo e o do zagueiro Ricardo, que cumpriram suspensão na última rodada. Eles entram nas vagas de Zé Marcos e Iury.

O Leão catarinense pode mudar ainda em outros setores. No gol, Vladimir reclamou de dor no joelho e pode ser substituído por Lucas Frigeri. Já no ataque, o ex-Bahia Gustavo Ferrareis pode perder a posição para Lourenço, que está recuperado de dor muscular.  Enquanto isso, os meias João Paulo e Matheus Barbosa disputam uma vaga entre os titulares.

O Bahia deve começar o jogo com: Douglas, Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Ronaldo e Flávio; Élber, Gilberto e Artur.

Compartilhar