Por Tiago Di Araujo

A chegada de Rafael Pinheiro, assassino confesso do menino Marcos Vinicius, de apenas dois anos, à sede da Polícia Civil, na Piedade, na manhã desta quinta-feira (20), foi marcada pela revolta dos populares que lotaram o local.

002

Ao descer da viatura, Rafael foi hostilizado por dezenas de pessoas, que até tentaram agredi-lo. Aos gritos de “assassino”, ele foi conduzido para apresentação oficial, cercado por policiais.

003

Compartilhar