“Esta obra é muito bem-vinda e estava sendo esperada por todos nós, que trabalhamos aqui, há anos, na Rua Cônego Pereira. Diariamente, convivemos com este esgoto a céu aberto (Rio das Tripas) – muito mal cheiroso – e que nenhum prefeito conseguiu olhar antes como deveria. E, se ACM Neto realizar o que está prometendo, vai trazer benefícios concretos para todos nós”.

Essas palavras são do vendedor da loja de autopeças ‘Varejão’, Cleumo Matos ao saber que, há poucos metros, de onde estava, houve o anúncio das obras de requalificação urbanística da Avenida Cônego Pereira, no trecho entre o Aquidabã ao Dois Leões. Assinada pelo prefeito ACM Neto, na manhã desta terça-feira 12, no canteiro central do segundo retorno no sentido Rótula do Abacaxi, a Ordem de Serviço garante investimentos de R$16 milhões, com previsão de 12 meses de obras.

Mais adiante, o gerente da loja ‘Dois Leões’ Antonio Passos Cerqueira também comemorava a boa notícia.”A requalificação vai trazer uma nova estética ao local e creio que mais segurança às pessoas. Por outro lado, a ciclovia será fundamental para as pessoas que trabalham na área e utilizam a bicicleta no deslocamento diário”, comenta. Mesmo sentimento era do proprietário da ‘JLE Veículos’, Edmilson dos Santos: “Se for para agradar à população eu assino embaixo, tranquilamente!”.

RIO DAS TRIPAS

As obras na Rua Cônego Pereira vão beneficiar, principalmente, os usuários do transporte público. Todos os pontos de ônibus serão ampliados e contarão com baias para os passageiros, o que vai gerar benefícios para toda a mobilidade na região, melhorando o fluxo viário. Atualmente, os ônibus param na própria pista de rolagem para embarque e desembarque, causando engarrafamentos e lentidão no trânsito.

As intervenções envolvem, também, pavimentação asfáltica, com a troca do asfalto velho por um novo, melhorando a mobilidade; microdrenagem e macrodrenagem, resolvendo problemas de alagamento entre a antiga rodoviária e o Dois Leões; colocação de passeio em concreto dentro dos padrões modernos de acessibilidade; implantação de ciclovia; e meio-fio em granito.

NOVO DESAFIO

A funcionária pública do Estado, Rita de Cássia, moradora no bairro de Macaúbas, também não poupou elogios ao novo desafio da Prefeitura de Salvador. “Se esta obra for realizada como está sendo anunciada, vai valorizar muito este lugar que sofre nos períodos de chuvas com os constantes alagamentos”. Crítica também de Antonio Passos Cerqueira. “O alagamento é o nosso maior sofrimento. Nunca a água invadiu a nossa loja, mas já chegou ate a rampa de entrada, deixando a gente preocupada”.

Ao apresentar a obra, o prefeito ACM Neto garantiu que o projeto da Fundação Mário Leal Ferreira vai respeitar as características da rua, mas vai dar uma cara nova que o público vai gostar. ”Sabemos o impacto que ela vai causar para Salvador. Nossa preocupação maior é com o projeto de macrodrenagem para oferecer uma solução definitiva contra os alagamentos. Além disso, apostamos na iluminação a Led quer proporciona mais beleza e segurança”.

Este item segurança foi o mais questionado pela ‘caixa’ da loja de Tintas ‘Matiz’, a jovem Carla Souza. “A segurança é uma coisa terrível, aqui nesta rua. Meu colega perdeu, recentemente, uma moto, aqui na entrada da loja para um vagabundo. Ele chegou cedo e o marginal o atacou levando seu transporte. Eu volto pra casa, todo dia, às 18 horas, morrendo de medo de também de ser assaltada”, confessa.

Já a preocupação do ajudante de caminhão Amilton Pereira Brito é com o seu emprego. “Os caminhões, que ficam estacionados aqui, defronte da antiga Ceasa, vão para onde? E os nossos empregos, como vão ficar?” O trabalhador, que estuda Direito na Faculdade Universo, promete arregimentar seus colegas para saber do prefeito ACM Neto suas indagações e ver como eles ficarão a partir da realização das obras.

TRABALHO SOCIAL

Também presente à solenidade, o vice-prefeito e secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas, Bruno Reis disse que paralelamente à execução das obras de requalificação ele vai atuar com o secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza Léo Prates para realizar um trabalho social de recuperação dos dependentes químicos, que circulam pela região. “Temos uma população vivendo nas ruas e, para elas, vamos oferecer tratamento médico; qualificação de mão-de-obra; e, novas oportunidades de emprego”, admite ACM Neto.

Ainda em seu discurso, o prefeito de Salvador anunciou que vem trabalhando para trazer mais recursos de Brasília e investir nos dois terminais de transportes públicos do Aquidabã e da Barroquinha. “Mas, caso esse dinheiro não venha, vamos colocar recursos próprios da cidade, assim como estamos fazendo agora”, justifica. Já o secretário Bruno Reis garantiu: “Serão 12 meses de obras. Vamos apertar a empresa, fazendo uma fiscalização rigorosa, acompanhando a execução de cada trecho. Estamos na contramão da maioria das cidades brasileiras, realizando obras de extrema qualidade para embelezar ainda mais Salvador”, finaliza.

Compartilhar