O projeto de lei (nº 06/2021) do vereador Luiz Carlos Suíca (PT), além de assegurar a vacinação preferencial para trabalhadores de limpeza urbana, também pediu a inclusão de profissionais da educação e de estudantes da rede municipal de ensino em Salvador. Nesta segunda-feira (8), o edil petista lembrou a importância de imunizar o quadro de funcionários e de estudantes contra a covid-19 antes mesmo do início das aulas este ano. Ele também destaca que outras categorias da administração pública devem ser vacinadas por atenderem diretamente a população.

 

“Cabe, agora, que a Secretaria Municipal de Saúde, em conjunto com os sindicatos representativos dos trabalhadores de limpeza e de educação, estabeleça diretrizes para a operacionalização e organização de cronograma de atendimento específico para atender as pessoas prioritárias em todas as unidades e postos de saúde. O projeto prioriza categorias profissionais essenciais ao bom funcionamento da cidade e ao exercício da cidadania. Em especial aqueles trabalhadores que ficam expostos e, consequentemente, com maiores chances de contágio da doença”, descreve Suíca.

 

Na justificativa, o vereador salienta que os trabalhadores de limpeza urbana e integrantes da educação pública municipal não foram inseridos na primeira fase de vacinação. “Toda a cidade sabe o importante trabalho que os profissionais de limpeza vêm desenvolvendo no combate à pandemia. Não há dúvidas, por estarem na linha de frente, que precisam ter suas vidas resguardadas. A comunidade escolar também deve ser vacinada. É preciso que haja o retorno das aulas com segurança. Não podemos mais permitir que nossas crianças fiquem sem acesso à educação”, complementa Suíca.

Compartilhar