O Movimento Brasil Livre (MBL) protocola hoje (27) o pedido de impeachment de Jair Bolsonaro.

Kim, um dos líderes do movimento e atualmente deputado federal, chegou a fazer menção do cofundador do PT, Helio Bicudo, que contribuiu na assinatura do impeachment da ex-presidente Dilma.

“O MBL cumpre agora o papel que o Helio Bicudo cumpriu no impeachment da Dilma”, disse.

Segundo ele, é preciso desconstruir a ideia que só simpatizantes da esquerda estão contra o presidente.

“Na minha avaliação, a maior parte da direita está contra o presidente da República”, reiterou Kataguiri.


 

Análise:

O coordenador Kim Kataguiri deveria fazer uma real análise de seu MBL, o grupo perde seguidores todos os dias e até hoje não fez uma aberta prestação de contas.

Um movimento ligado ao centrão e ao estamento político brasileiro não tem força e nem credibilidade para pedir a saída de um presidente.

Oportunistas, somente oportunistas.

Compartilhar